Cadastro Positivo: O que é, quem tem direito e como funciona

Como está o seu histórico de bom pagador? O Cadastro Positivo é exatamente o seu currículo financeiro, onde pagar as contas em dia pode conceder benefícios e facilitar futuros financiamentos.

O termo Cadastro Positivo esteve em alta nos últimos dias, graças a uma ação do Governo Federal, onde desde o último dia 08 de abril foi sancionado um projeto que vista incluir automaticamente no sistema os cidadãos que honram com seus compromissos financeiros. 

Antes desta data era necessário que o próprio cidadão incluísse os seus dados no sistema, algo que não era muito comum e que até mesmo para os bons pagadores, pela falta de histórico, os benefícios em financiamentos acabavam não sendo concedidos.

O projeto prevê a inclusão obrigatória de empresas e pessoas físicas, com a finalidade de baratear o crédito para todas as classes.

Agora é preciso esperar 90 dias até a regulamentação das condições para a inclusão. É bem provável que as novidades possam permitir que o cidadão limpe seu nome e possa construir um novo histórico de pagamentos, facilitando empréstimos e financiamentos.

O que é o cadastro positivo?

Como já citamos logo acima, este é um banco de dados das principais agências de crédito do país, que acabam reunindo informações sobre os consumidores que tenham um bom histórico de pagamentos. Estes são os cidadãos que realizam o pagamento em dia de suas dívidas e atualmente estão com um bom histórico financeiro. 

Segundo informações do secretário do Banco Mundial, o Cadastro Positivo poderá reduzir até 45% da inadimplência no país, números que chegam em 60 milhões de pessoas.

Como ele funciona:

  • Primeiro você autoriza o seu Cadastro Positivo através do Serasa. Este procedimento pode ser feito através do site, agências ou até mesmo por carta;
  • A partir daí o pagamento ou não de suas contas estarão atreladas ao seu cadastro. Se forem feitas em dia é gerado um histórico de bom pagador;
  • O histórico acaba permitindo a negociação de dívidas, menores e melhores taxas de pagamento e até mesmo a contratação de crédito de forma mais fácil. 

Qual a finalidade do cadastro positivo?

Este banco de dados serve como referência para bancos e financeiras (credores e varejistas), na hora de identificar aqueles que são ou não bons pagadores e que estejam em busca de crédito.

Com as informações deste sistema é possível definir quais os riscos de calote, o que influencia diretamente na cobrança de juros. Se o cidadão é bom pagador, a tendência é que os juros do empréstimo sejam menores. Em casos onde não há uma pontuação muito boa, os juros acabam sendo mais altos ou as empresas acabam negando os valores.

O selo do Cadastro Positivo já é uma realidade?

No Brasil este selo está em vigor desde o último mês de agosto de 2013. Porém pelo fato da inclusão ser opcional, a adesão foi bem abaixo das expectativas e os órgãos acreditam que a falta de informação foi fundamental para os resultados.

Com a inclusão automática todos os bons pagadores devem se beneficiar do selo.

O que é o Score?

Você com certeza já ouviu falar em Score. Esta é uma nota de crédito que serve para medir o risco de um determinado cidadão no pagamento ou não das dívidas aos credores. O score está dividido entre as categorias:

  • Risco baixo;
  • Risco médio;
  • Risco alto.

Conforme a pontuação no Score, os bancos e financeiras sabem se há ou não o risco de calote. A criação do Cadastro Positivo está ligada diretamente ao Score, aumentando ou diminuindo a pontuação.

  • De 0 a 299 pontos seu risco é alto;
  • De 300 a 699 pontos o risco é médio;
  • E de 700 a 1000 pontos o risco de inadimplência é baixo.

Quais são os fatores que fazem os pontos aumentarem ou diminuírem?

Os critérios para a nota podem variar entre as empresas de crédito Serasa, SPC e outras. Mas normalmente quando o consumidor realiza o pagamento em dia das contas e possui menos de 30% de sua renda comprometida com financiamentos, os pontos do score acabam subindo.

Já aqueles que comprometem mais de 30% da receita e atrasam ou não realizam seus pagamentos, tem os seus pontos subtraídos.

O que irá mudar com a aprovação do projeto do Governo?

O fato de ter que se cadastrar no sistema é algo que tem deixado muitos cidadãos de fora das vantagens do Cadastro Positivo. A mudança chega para que todos os bons pagadores sejam inclusos no sistema automaticamente.

Compartilhe com os amigos

Deixe um comentário